Qual o limite entre soar original ou uma simples cópia das suas influências?!

WhatsApp Image 2020-03-31 at 22.15.35.jpeg

Pra quem acompanha o metal de Belo Horizonte há mais de 10 anos talvez nenhuma dessas 3 caras sejam novidades na cena, sempre com trabalhos extremamente competentes Thiago Brotão (GodAlien) – Baixo / Ghuzz (GodAlien, Wisache) – Bateria / Alex Albernaz (Divine Death, Nostos) – Vocal & Guitarra, decidiram unir as forças num projeto novo de Metal, aliás, não há outro complemento pra ‘rotular’ o Power Trio, é metal pra caralho!

Da o play aqui e vai lendo a resenha!

A banda começou suas atividades em meados de 2019 e no fim do mesmo ano gravou o seu EP de estreia, que em breve estará disponível nas plataformas digitais. Para dar o ‘start’ na carreira e mostrar o cartão de visita, estão promovendo seu primeiro single: “Obey Thy Master”. O Material foi registrado ao vivo no Estúdio Solo em Belo Horizonte, com o grande Rodrigo Aires Grillo responsável pela Engenharia de Áudio. ‘Grillo‘ é baixista de uma das bandas de Metal mais respeitadas de BH, o CARAHTER, além de ser o Engenheiro de áudio do estúdio Minério de Ferro (Jota Quest) e ter uma vasta experiência no mercado fonográfico.
A Mixagem e Masterização ficou a cargo do ‘gringo’ Dennis |DerClint| Israel (Clintworks, Alemanha), que já trabalhou com o Amon Amarth. Obviamente o resultado não podia ser nada menos que espetacular, a qualidade é de nível internacional, o famoso “som gringo”.

E se tem esse cuidado com a produção não podia faltar com a arte, correto?!

Essa belíssima arte foi criada pelo Designer baiano Emerson Maia, e a banda já está comercializando as camisetas em um material de primeira qualidade (Compre aqui).

Arte Goat Burning Church.jpeg

Bom, e vamos à parte principal, de nada adiantaria toda essa embalagem se o produto não fosse de qualidade!

Para falarmos sobre o som da Double Cross, é importante nos fazermos uma pergunta antes: Qual o limite entre soar original ou uma simples cópia das suas influências?! Se tivéssemos que estabelecer essa linha, acredito que a Double Cross estaria de forma muito sólida nesse limiar, mas não se engane, isso não é uma crítica, é um elogio. Como eles mesmos disseram na entrevista em que contam o processo de gravação do trabalho (assista aqui), eles vieram “para honrar os mestres Venom, Motörhead e outros” e posso afirmar com absoluta certeza que estão honrando!
O Som é uma porrada, um metal direto com pitadas de diversos estilos, mas é metal, com todos os elementos que fazem desse o estilo adorado por uma legião. Riffs poderosos, uma bateria na cara, o baixo fazendo perfeitamente a cola entre tudo e um vocal rasgado e com muita personalidade que eu tenho certeza que vai fazer os fãs do estilo baterem cabeça sem dó!
A letra de ‘Obey Thy Master’ trata do obscuro e faz alusão ao ‘pai do rock’, Lúcifer. Poderia ser facilmente inspiração para algum filme de terror e é praticamente um mantra, na contramão dos tradicionais valores da sociedade ‘cristã’ (seja lá o que isso significa!) e deixa a mensagem clara: “Obedeça vosso mestre, Lúcifer!”
Pra quem é headbanger não tem como não se empolgar! Ao melhor estilo Lemmy, faça seu Jack ‘n’ Coke e ouça orgulhoso, ou corra pro MoshPit na primeira oportunidade que tiver de vê-los ao vivo para fazer jus à proposta da banda!!
Altamente recomendado pra fãs de Iron Maiden, Venom, Motörhead, King Diamond, Ghost, etc.

http://facebook.com/doublecrossbr
https://www.instagram.com/doublecrossbr/

https://doublecrossbr.bandcamp.com/releases

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s